Share
keyboard_arrow_up
Tainah

5 mulheres mais poderosas do mundo

Empoderamento feminino é um assunto que está em alta hoje em dia e não é para menos! Cada vez mais a mulher tem conquistado seu lugar no mercado de trabalho, conseguindo se posicionar onde quer que deseje.

Atualmente a presença feminina tem sido decisiva para o crescimento da economia mundial, reflexo do espaço que elas estão conquistando. A proporção de mulheres diretoras de empresas já aumentou 24%, por exemplo. A margem de lucro das empresas que têm pelo menos uma executiva em seus comitês é 55% maior do que aquelas com apenas homens em posições de chefia, segundo os dados colhidos em 2013 pela McKinsey & Company.

Para evidenciar que as mulheres estão dominando as mais diferentes posições de poder, anualmente a Forbes constrói uma lista com as 25 mulheres mais poderosas do mundo. O ranking se baseia em quatro fatores: fortuna, presença e importância na mídia, esferas de influência e impacto.

Separamos, então, as top 5 da lista para compartilhar suas histórias inspiradoras com vocês:

1) Angela Merkel

Atual chanceler da República Federal da Alemanha, Merkel ocupa o cargo desde 2005 e se tornou a primeira mulher na chefia do governo do país. Em 1989, que ela começou a sua carreira política exercendo a posição de porta-voz do primeiro governo da República Democrática Alemã (RDA).

Divorciada, sem filhos e protestante, Angela Merkel tinha um perfil diferente do esperado pelos políticos conservadores da RDA, mas mesmo assim foi convidada para comandar o Ministério da Família, Idosos, Mulheres e Juventude. Depois disso, assumiu o Ministério do Ambiente, Conservação da Natureza e Segurança Nuclear.

Em 2000, ela se tornou presidente do partido, fato muito significativo visto que historicamente a CDU tem uma base muito conservadora e até então só havia sido comandada por homens. Hoje, Merkel já conquistou a confiança dos membros do partido e do país, e é conhecida por gerir a principal potência econômica da europa com braço de ferro, se tornando uma das líderes mais populares do continente.

2) Hillary Clinton

A ex-candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton ocupou a posição de primeira-dama do país durante oito anos, entre 1993 a 2001. Se fosse eleita, ela seria a primeira mulher presidente da história dos EUA. A candidata tem histórico de atuação em prol dos direitos das mulheres e crianças.

Há oito anos Hillary foi derrotada nas primárias por Barack Obama e acabou se tornando secretária de estado do seu governo entre os anos de 2009 e 2013. Ela também já foi senadora pelo estado de Nova York entre 2001 e 2009, além de ter sido uma das mais influentes advogadas de defesa dos Estados Unidos.

3) Janet Yellen

Janet Yellen é uma economista norte-americana que atualmente ocupa o cargo de presidente do Federal Reserve, uma espécie de Banco Central dos Estados Unidos. Ela foi a primeira mulher a assumir a posição.

Yellen foi assessora do governo de Bill Clinton e diretora do FED de São Francisco. Além disso ela lecionava em Berkeley. A economista é conhecida por ser excelente em suas previsões econômicas, tendo o maior índice de acerto dentre os integrantes do FED em se tratando dos números acerca da inflação e do desemprego.

4) Melinda Gates

Melinda Gates é mundialmente conhecida por ser casada com Bill Gates, fundador da Microsoft. Contudo, Melinda é muito mais do que apenas esposa de um homem famoso. Formada em Ciência da Computação pela Duke University, ela conheceu o marido porque foi recrutada para trabalhar na Microsoft logo após sua graduação. Durante seu tempo de atuação na empresa, ela gerenciou projetos como Microsoft Bob, Microsoft Encarta e Expedia.

Atualmente, Melinda se dedica a ações de filantropia junto com seu marido. O casal tem como objetivo erradicar a pobreza do mundo por meio de iniciativas em diversos setores. Alguns dos focos são educação e saúde, que o casal atua junto por meio da Bill & Melinda Gates Foundation.

5) Mary Barra

Mary Barra é a atual CEO da General Motors (GM), sendo a primeira mulher a atingir tal posto na montadora. Ela começou a trabalhar na companhia aos 18 anos para custear a universidade de engenharia que cursava na Kettering University. Depois da graduação, ela ainda fez um MBA pela Stanford School of Business.

A executiva foi responsável por revitalizar o processo de desenvolvimento de produtos da GM. Essa iniciativa trouxe um grande retorno, fazendo com que a empresa batesse o recorde de audiência de qualidade e satisfação do consumidor.

Cada dia mais a liderança feminina conquista espaço em lugares outrora ocupados apenas por homens. Se há poucas décadas direitos básicos, como por exemplo o voto, eram garantidos apenas para a população masculina, agora as mulheres estão marcando presença em todos os setores da sociedade, atuando e se destacando nas mais diversas áreas.

Agora que conheceu essas cinco figuras notáveis, que tal dar uma olhada nesse infográfico “Mulheres poderosas: porque esse é o século delas” e conhecer mais exemplos femininos para se inspirar?